Etiqueta: Mobilidade

Sobre a intenção do Governo e da STCP em reduzir o número de ligações e serviços – Pela defesa do serviço público de transportes

Na sequência do famigerado Plano Estratégico de Transportes, preparado pelo Governo com o objectivo de destruir o sistema público de transportes, notícias hoje publicadas dão conta das propostas da Administração da STCP para a reestruturação do sistema de transportes.
Tais propostas – que apontam para uma redução brutal do número de ligações e serviços – confirmam as intenções já denunciadas pelo PCP em degradar o serviço público prestado à população e, dessa forma, abrir caminho à privatização da STCP.

Continuar a ler

Sobre a proposta de privatização do estacionamento na via pública

A coligação PSD/CDS que dirige a Câmara do Porto apresentou uma proposta tendo em vista concessionar a gestão e exploração dos lugares públicos de estacionamento na via pública da cidade do Porto. Esta proposta revela falta de estratégia, gestão incompetente e manobras orçamentais por parte da maioria PSD/CDS. Mais um serviço municipal transformado num negócio para um grande grupo económico com mais custos para as populações e empresas,

Continuar a ler

Obras mal planeadas lançam o caos no território do Pólo 2 da Universidade do Porto

É sabido que a circulação rodoviária no Pólo 2 da Universidade (à Asprela) nunca foi fácil, fruto da incapacidade do Município do Porto de implementar as medidas preconizadas no plano (designado por “Plano Mealha”) que, no início da década foi apresentado para esta significativa porção do território nacional

Continuar a ler

PCP questiona Governo sobre as alterações que hoje entram em vigor na rede da STCP

A STCP tenciona neste dia suprimir um conjunto de linhas e reduzir drasticamente horários de muitas carreiras que actualmente servem a população do distrito do Porto. Esta medida é mais uma inaceitável redução na qualidade do serviço público que a STCP deve prestar e implicará um sério prejuízo para os utentes

Continuar a ler

PCP apresenta projecto de lei para revogação de cobrança de portagens nas SCUT

Na sessão plenária da Assembleia da República do passado dia 14 de Outubro, o Grupo Parlamentar do PCP apresentou o Projecto de Lei nº 417/XI, para a revogação do Decreto-lei n.º 67-A/2010, de 14 de Junho, que «Identifica os lanços e sublanços de auto-estrada sujeitos ao regime de cobrança de taxas de portagens aos utilizadores e fixa a data a partir da qual se inicia a cobrança das mesmas». Este projecto foi rejeitado pela votação conjugada dos votos contra do PS e das abstenções do PSD e do CDS-PP. Na apresentação do projecto o deputado do PCP eleito pelo círculo do Porto realizou a seguinte intervenção:

Continuar a ler

Em defesa da rede de eléctricos do Porto na data do 115º aniversário da sua inauguração

A 12 de Setembro de 1895 (há precisamente 115 anos) foi inaugurada a primeira linha de eléctrico da Península Ibérica. A cidade do Porto orgulha-se de essa iniciativa pioneira ter tido lugar no seu território, por iniciativa das suas gentes e instituições, ligando o Carmo a Massarelos.
Nestes 115 anos, a rede de linhas de eléctricos teve um importante desenvolvimento, cobrindo praticamente todo o território da cidade e chegando aos concelhos limítrofes, a que se seguiu um processo de declínio que, designadamente na década de 80 do século passado, levou a que este tipo de transporte passasse a ser praticamente marginal.
No final do século passado, com a aprovação, pela Câmara Municipal do Porto, do Plano de Mobilidade para o centro do Porto, foi tomada a decisão de reintroduzir este meio de transporte na zona central do Porto, com equipamento circulante moderno que lhe permitisse assumir um papel estruturante ao nível do transporte público de passageiros, em complemento à rede de metro e substituindo linhas que eram operadas por autocarros [Ler+…]

Continuar a ler

Moradores das Fontaínhas emparedados pela Câmara

No passado dia 21 de Agosto, no âmbito das tradicionais visitas de Domingo da CDU, o Vereador Rui Sá e outros eleitos da CDU na Assembleia Municipal e Junta de Freguesia, estiveram nas Fontaínhas a convite dos moradores desta. Os residentes nesta zona do Centro Histórico do Porto estão revoltados com o facto da Câmara ter emparedado, há 15 dias, uma passagem que unia aquela zona aos Guindais.
Esta situação remonta ao Inverno de 2001 quando um deslizamento de terras no Bairro da Tapada colocou a escarpa em risco e obrigou ao realojamento de cerca de 50 famílias que habitavam e à interrupção do arruamento que ligava o Largo Actor Dias ao Passeio das Fontaínhas. [Ler+…]

Continuar a ler