Sobre a expansão dos lugares de estacionamento pagos na via pública

A privatização do estacionamento na via pública decidida pela coligação Rui Moreira/CDS/PS com o apoio do PSD começou a ser implementada e motiva já diversas polémicas. Assim, com o objectivo de contribuir para um esclarecimento mais rigoroso da situação que realmente se verifica, a CDU – Coligação Democrática Unitária alerta para os seguintes aspectos:

1. Expansão de lugares
A expansão do número de lugares cobrados não se irá limitar a um aumento de 42% (dos 4. 234 actuais até 6.000): muito simplesmente, não há qualquer limite máximo.

2. Zonas de expansão

Importa sublinhar que a expansão pode ocorrer em 62 zonas, várias das quais de forte densidade habitacional, correspondentes a cerca de 2/3 da área territorial do concelho.

3. Locais de expansão
Em vários locais onde há muito tempo era proibido parar e/ou estacionar (assinalados com “linha amarela”) foram agora criados lugares de estacionamento e preparam-se para receber parcómetros, mesmo com prejuízo da redução de vias de circulação de trânsito.
Verifica-se assim uma súbita alteração de critérios de trânsito implementados pela Câmara com o claro objectivo, custe o que custar, de rentabilizar ao máximo a via pública em benefício da concessionária.

4. Em síntese
A privatização do estacionamento da via pública é uma opção bem distante de qualquer objectivo genuíno de melhorar a mobilidade no Porto.

Pelo contrário, e como a CDU tem denunciado, trata-se de uma opção que acarreta um potêncial alargamento dos lugares cobrados para muitas novas zonas, com prejuízos para quem aí vive ou trabalha, a que se somam as problemáticas relacionadas com a privacidade dos dados dos utilizadores e com as condições de trabalho dos funcionários da autarquia e dos agentes da Polícia Municipal.

Ler aqui o texto integral da nota de imprensa:

NICDU_Sobre a expansão dos lugares de estacionamento pagos na via pública_150316

(ver também http://www.cidadedoporto.pcp.pt/?p=4268; http://www.cidadedoporto.pcp.pt/?p=3910)

Porto, 15 de Março de 2016
A CDU – Coligação Democrática Unitária / Cidade do Porto

Print Friendly, PDF & Email
Share