Categoria: Notas

Moradores das Fontaínhas emparedados pela Câmara

No passado dia 21 de Agosto, no âmbito das tradicionais visitas de Domingo da CDU, o Vereador Rui Sá e outros eleitos da CDU na Assembleia Municipal e Junta de Freguesia, estiveram nas Fontaínhas a convite dos moradores desta. Os residentes nesta zona do Centro Histórico do Porto estão revoltados com o facto da Câmara ter emparedado, há 15 dias, uma passagem que unia aquela zona aos Guindais.
Esta situação remonta ao Inverno de 2001 quando um deslizamento de terras no Bairro da Tapada colocou a escarpa em risco e obrigou ao realojamento de cerca de 50 famílias que habitavam e à interrupção do arruamento que ligava o Largo Actor Dias ao Passeio das Fontaínhas. [Ler+…]

Continuar a ler

Coligação PSD/ CDS-PP volta a mentir à Assembleia Municipal do Porto

No passado dia 26 de Julho, a Assembleia Municipal do Porto aprovou a abertura de um concurso público para a privatização de mais 40% da recolha do lixo e limpeza no concelho. Entretanto, o referido concurso público já foi aberto.

Aquando da discussão desta matéria nas reuniões do Executivo e da Assembleia Municipal, a CDU criticou esta opção, fundamentando a sua posição no seguinte conjunto de questões:[Ler+…]

Continuar a ler

CDU denuncia o estado de degradação do Bairro Raínha D. Leonor como indício da vontade de Rui Rio em o demolir

O vereador da CDU na Câmara do Porto, Rui Sá, está preocupado com o estado de degradação do bairro Rainha D. Leonor, em Lordelo do Ouro, considerando “claros” os “indícios” de que querem deitar o bairro abaixo. “O bairro Rainha D. Leonor está cada vez mais degradado, com muitas casas entaipadas ou devolutas e apresenta risco de derrocada em escadas e varandas”, disse Rui Sá, no final de uma visita ao bairro social, na freguesia de Lordelo do Ouro.[Ler+…]

Continuar a ler

Multidão acolhe Jerónimo de Sousa na 21ª edição do Passeio das Mulheres CDU/Porto

No passado domingo, cerca de mil pessoas participaram na 21ª edição do Passeio das Mulheres CDU/Porto, que este ano teve lugar na Praia Fluvial Olhos de Fervença, no concelho de Cantanhede. Mais uma vez, esta iniciativa foi uma grande festa que juntou amigos e activistas da CDU num alegre convívio, que já se transformou numa referência da actividade da Organização da Cidade do Porto. Foi com uma grande alegria e entusiasmo que os participantes receberam o Secretário-Geral do PCP. [Ler+…]

Continuar a ler

Posição da CDU/Porto sobre o alargamento da privatização dos serviços de limpeza

Continua a sanha privatizadora de Rui Rio e da Coligação PSD/PP. De facto, depois de entregues ao sector privado cerca de 50% da recolha dos resíduos e limpeza pública do município do Porto, está agora agendada para a próxima reunião da câmara, uma proposta para alargar essa privatização a mais 40% da área do município do Porto, ficando de fora, para continuar sob a responsabilidade dos serviços municipais, praticamente apenas a zona de Azevedo da freguesia de Campanhã.
Recorde-se que a CDU sempre se opôs a esta opção, fundamentada num estudo realizado em 2004, quando o pelouro era da responsabilidade do vereador Rui Sá, estudo esse que concluiu pela vantagem em manter este serviço na esfera da autarquia – estudo que mereceu aturado escrutíneo por parte do staff de Rui Rio e que, do ponto de vista económico e técnico, não teve qualque hipótese de contestação.[Ler+…]

Continuar a ler

Cancelamento da Red Bull Air Race cobre de ridiculo Rui Rio e a coligação PSD/CDS-PP e impõe mudanças de fundo

Foi ontem anunciado, primeiro pela Câmara Municipal de V. N. de Gaia e depois pela empresa Red Bull Air Race (RBAR), o cancelamento da etapa desta prova que estava prevista para o estuário do Douro nos próximos dias 4 e 5 de Setembro.
Muitas horas depois deste anúncio, a coligação PSD/CDS que governa a Câmara Municipal do Porto divulgou um “esclarecimento” em que se diz “apanhada de surpresa” por esta atitude que imputa à empresa RBAR.
Face a esta situação, a CDU – Coligação Democrática Unitária torna pública a seguinte posição [Ler+…]

Continuar a ler

Comentário da CDU às acusações da Coligação PSD-CDS

Ao contrário das “lágrimas de crocodilo” que diariamente os dirigentes do PSD e do CDS vertem em torno das pessoas afectadas pela crise económica e social do País, quando o Vereador da CDU na Câmara Municipal do Porto, de acordo com o estipulado legalmente, pretende analisar no âmbito da Ordem do Dia da reunião da Câmara o documento “Diagnóstico Social do Porto”, Rui Rio não considera isso “digno” e Álvaro Castello-Branco considera-o mesmo uma “bandalheira”, impondo que o assunto e o documento não merecem mais do que o Período de Antes da Ordem do Dia;

Continuar a ler

Coligação PSD/ CDS-PP procura impôr a “lei da rolha” nas reuniões da Câmara Municipal do Porto

Na reunião de hoje da Câmara Municipal do Porto Rui Rio deu mais um passo na escalada que tem prosseguido para limitar a intervenção dos Vereadores das restantes forças políticas.
De facto, os Vereadores da CDU e do PS, depois de reiteradamente terem solicitado o agendamento, para uma reunião da Câmara, da análise do Diagnóstico Social, decidiram, face à insensibilidade de Rui Rio a este pedido, solicitar, por escrito, o seu agendamento, ao abrigo das disposições legais, designadamente, o artigo 87º, número 1 da Lei 5ª-2002, que estabelece:
“A ordem do dia deve incluir os assuntos que para esse fim forem indicados por qualquer membro do órgão, desde que sejam da competência do órgão e o pedido seja apresentado por escrito…”.
Rui Rio tomou a decisão unilateral de, ao contrário da solicitação dos Vereadores das restantes forças políticas (e sem a este ter disso dado conhecimento directo em tempo útil), que propunham a inclusão desta análise na Agenda, agendar essa discussão para o Período de Antes da Ordem do Dia (PAOD). [Ler+…]

Continuar a ler

Posição da CDU sobre a 1ª Revisão ao Orçamento da CMP para 2010

A revisão orçamental agora apresentada por Rui Rio e pela coligação PSD/CDS é demonstrativa da sua incapacidade em gerir bem a Cidade e da incoerência do seu discurso com a prática.
De facto, Rui Rio, na sua circular de 25 de Maio (enviada aos vereadores com pelouros e aos dirigentes da estrutura municipal) dizia que eram necessários “cortes na despesa corrente e na despesa de capital”.
No entanto, o que se verifica é que as despesas correntes, ou seja, as despesas relacionadas com o funcionamento da estrutura municipal se mantém praticamente inalteradas. Esta situação é ainda mais grave quando se constata que os principais cortes no investimento são na área social. [Ler+…]

Continuar a ler

A situação que se vive hoje no Centro Histórico

Em 25 de Julho de 2007 reuniu o Conselho Geral da Fundação para o Desenvolvimento da Zona Histórica do Porto que decidiu propor a extinção da Fundação. Ou seja, como principal justificação para a defesa da extinção da FDZHP, os proponentes apresentavam a tese de que a mesma tinha deixado de ter razão para existir pelo facto de o Município do Porto ter constituído duas instituições cuja missão e actividade se sobrepunham às da FDZHP e que reuniriam melhores condições para a sua prossecução.
Passados praticamente 3 anos sobre a data desse Conselho Geral, constata-se que esses argumentos, tal como a CDU na altura denunciou, eram completamente falsos. [Ler+…]

Continuar a ler