Zona da Lapa: exemplo de abandono em pleno centro da cidade do Porto

No dia 25 de Maio, Pedro Carvalho, Vereador e candidato a Presidente da Câmara do Porto, liderou uma delegação da CDU numa visita à zona da Lapa, na freguesia de Cedofeita.

Durante a visita foi possível verificar que, apesar das várias denúncias públicas que a CDU tem vindo a realizar e das respectivas propostas apresentadas em sede de Executivo Municipal, a coligação PSD/CDS continua “sem por um prego” nesta zona central da cidade do Porto.

O Bairro Associação de Moradores da Zona da Lapa, constituído por 74 habitações, continua a carecer de investimentos por parte da Câmara e da Junta de Freguesia. Os moradores queixam-se do mau estado dos arruamentos em cubo de granito que não tem as pendentes adequadas para o escoamento de águas, e quando chove formam-se “lagos” à porta das casas dificultando a entrada dos moradores. Em algumas situações a pendente acaba por encaminhar a águas da chuva para o interior das casas.

Outra situação gritante, é o estado actual do parque infantil e da ludoteca, que foram encerrados há vários anos e permanecem devolutos e a ser vandalizados. Apesar das várias diligências da Associação de Moradores, que se propunha assegurar a abertura e gestão do equipamento, a Câmara Municipal do Porto tem preferido que este continue encerrado e degradado. Em 22 de Maio de 2012, há um ano, na sequência duma visita realizada pelo Vereador Pedro Carvalho (http://www.cidadedoporto.pcp.pt/?p=1942) o Câmara aprovou por unanimidade uma proposta apresentada pela CDU (Anexo 1), mas tudo continua na mesma.

Outra das situações encontradas prende-se com o completo abandono de espaços públicos comuns, nomeadamente um enorme terreno camarário, usado como trajecto de acesso por utentes do Metro, com vegetação selvagem já com a altura de uma pessoa. A este terreno acrescem ainda áreas públicas ajardinadas sem tratamento e com muitos ratos. Estes espaços envolventes são ainda inapropriados para a circulação de pessoas com mobilidade condicionada, cujos acessos para chegar da zona da Lapa até à estação do metro, são apenas por umas escadas ou pelo terreno supracitado em que o arruamento em terra é demasiado desnivelado para a circulação de cadeiras de rodas ou por exemplo carrinhos de bebé.

A actual situação da zona da Lapa, em pleno centro do Porto, confirma que a coligação municipal PSD/CDS multiplica-se com verbalizações em torno da reabilitação das zonas centrais da cidade, mas que a verdade dos factos confirma que negligenciou as suas responsabilidades na preservação do edificado e das populações existentes.

Pedro Carvalho voltará a apresentar uma proposta sobre as questões supracitadas em reunião com o Executivo Municipal.

Ler Anexo: Anexo 1_Proposta Bairro da Lapa_22.05.12

[cincopa AMGAfKrTgPgY]

Print Friendly, PDF & Email
Share