Massarelos Arquivo

  •  Na reunião de Câmara de 21 de Julho o vereador da CDU apresentou a seguinte proposta de recomendação, que foi aprovada por unanimidade: PROPOSTA DE RECOMENDAÇÃO   Considerando que: De […]

    CDU propõe comissão de acompanhamento do Metro no Campo Alegre

     Na reunião de Câmara de 21 de Julho o vereador da CDU apresentou a seguinte proposta de recomendação, que foi aprovada por unanimidade: PROPOSTA DE RECOMENDAÇÃO   Considerando que: De […]

    Continuar a Ler...

  • O engº. Rui Sá, Vereador da Câmara Municipal do Porto e candidato da CDU à sua Presidência, acompanhado de diversos eleitos na Assembleia Municipal e na Assembleia de Freguesia de Massarelos, deslocou-se hoje aos designados Caminhos do Romântico (parte Nascente), com o objectivo de contactar com a população, constatar o estado de conservação dos espaços públicos e analisar, no terreno, os impactos da construção da linha de metro entre a estação de S. Bento e Matosinhos Sul (a designada “linha do Campo Alegre”).
Relativamente ao estado de conservação dos Caminhos do Romântico, a situação é extremamente preocupante.
Por outro lado, e confrontando, no local, os desenhos apresentados em reunião da Câmara aquando da discussão da designada linha do Campo Alegre, pôde-se constatar o impacto negativo que a construção desta linha pode ter no designado vale de Massarelos. [Ler+...]

    Vale de Massarelos: dos “Caminhos do Romântico” ao impacto do Metro

    O engº. Rui Sá, Vereador da Câmara Municipal do Porto e candidato da CDU à sua Presidência, acompanhado de diversos eleitos na Assembleia Municipal e na Assembleia de Freguesia de Massarelos, deslocou-se hoje aos designados Caminhos do Romântico (parte Nascente), com o objectivo de contactar com a população, constatar o estado de conservação dos espaços públicos e analisar, no terreno, os impactos da construção da linha de metro entre a estação de S. Bento e Matosinhos Sul (a designada “linha do Campo Alegre”). Relativamente ao estado de conservação dos Caminhos do Romântico, a situação é extremamente preocupante. Por outro lado, e confrontando, no local, os desenhos apresentados em reunião da Câmara aquando da discussão da designada linha do Campo Alegre, pôde-se constatar o impacto negativo que a construção desta linha pode ter no designado vale de Massarelos. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • O projecto apresentado para o Mercado do Bom Sucesso traduz-se na destruição de um mercado de frescos tradicionais, transformando o edifício (apenas porque está em vias de classificação) num edifício de serviços (escritório e hotel), com uma galeria comercial (um pequeno centro comercial) adstrita.
Este modelo, na nossa opinião, revela falta de Visão, na medida em que, acreditamos, a tendência será, no futuro, para um regresso aos mercados tradicionais de frescos e o Porto poderia ter como mais um dos seus elementos distintivos a existência de dois mercados de frescos instalados em dois edifícios arquitectónica e patrimonialmente emblemáticos.
Em resumo, com a aprovação desta proposta, a Cidade do Porto:
Vê destruído um mercado tradicional de frescos e assiste à sua transformação num edifício de serviços apoiado por uma galeria comercial;
Os seus actuais comerciantes não vêem assegurado o seu futuro no mercado (antes pelo contrário) e não ficam protegidos ao nível da negociação de indemnizações; e
A rentabilidade do negócio para o Município é má, favorecendo, claramente, o promotor privado (como tem sido prática de Rui Rio nos vários negócios de privatização/concessão de serviços e equipamentos. [Ler+...]

    Proposta de Concessão do Mercado do Bom Sucesso: Fundamentação da posição da CDU

    O projecto apresentado para o Mercado do Bom Sucesso traduz-se na destruição de um mercado de frescos tradicionais, transformando o edifício (apenas porque está em vias de classificação) num edifício de serviços (escritório e hotel), com uma galeria comercial (um pequeno centro comercial) adstrita. Este modelo, na nossa opinião, revela falta de Visão, na medida em que, acreditamos, a tendência será, no futuro, para um regresso aos mercados tradicionais de frescos e o Porto poderia ter como mais um dos seus elementos distintivos a existência de dois mercados de frescos instalados em dois edifícios arquitectónica e patrimonialmente emblemáticos. Em resumo, com a aprovação desta proposta, a Cidade do Porto: Vê destruído um mercado tradicional de frescos e assiste à sua transformação num edifício de serviços apoiado por uma galeria comercial; Os seus actuais comerciantes não vêem assegurado o seu futuro no mercado (antes pelo contrário) e não ficam protegidos ao nível da negociação de indemnizações; e A rentabilidade do negócio para o Município é má, favorecendo, claramente, o promotor privado (como tem sido prática de Rui Rio nos vários negócios de privatização/concessão de serviços e equipamentos. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • Desde a sua eleição em 2005 que a Assembleia de Freguesia de Massarelos mantém um funcionamento irregular, sendo que depois de cumprir o seu 1º ano de mandato deixou praticamente de reunir. A sua última reunião foi em Abril de 2007 (segundo a legislação em vigor, é obrigatória a realização de 4 reuniões por ano).Este facto deve-se ao litígio entre os eleitos da coligação PSD/CDS e do Partido Socialista. 

É inadmissível e constitui um desrespeito profundo pela população de Massarelos a permanente “guerrilha” entre PSD/CDS e PS, com a consequente paralisação do principal órgão político da freguesia. [Ler+...]

    PSD e PS “assassinam” Assembleia de Freguesia de Massarelos

    Desde a sua eleição em 2005 que a Assembleia de Freguesia de Massarelos mantém um funcionamento irregular, sendo que depois de cumprir o seu 1º ano de mandato deixou praticamente de reunir. A sua última reunião foi em Abril de 2007 (segundo a legislação em vigor, é obrigatória a realização de 4 reuniões por ano).Este facto deve-se ao litígio entre os eleitos da coligação PSD/CDS e do Partido Socialista. É inadmissível e constitui um desrespeito profundo pela população de Massarelos a permanente “guerrilha” entre PSD/CDS e PS, com a consequente paralisação do principal órgão político da freguesia. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • O vereador da CDU na Câmara do Porto, Rui Sá, acusou o executivo camarário de

    Centenas de habitações devolutas por incompetência do Executivo PSD-CDS da CMP

    O vereador da CDU na Câmara do Porto, Rui Sá, acusou o executivo camarário de "incompetência" na gestão das "habitações do património", defendendo que a venda das "centenas de casas" devolutas originaria importantes receitas para a autarquia. "Há umas centenas de casas do património (habitações não construídas pela Câmara, mas "herdadas" na sequência de expropriações, por exemplo) espalhadas pela cidade e devolutas, cuja venda permitiria que a Câmara arrecadasse receitas e investisse na reabilitação das habitações camarárias", afirmou Rui Sá (Ler+).

    Continuar a Ler...

  • Há mais de 18 meses que a Assembleia de Freguesia praticamente não funciona. O funcionamento (ou falta dele) do principal órgão político da freguesia transformou-se numa autêntica “telenovela” com prejuízos para o debate e resolução dos problemas reais.
Por um lado, estamos em Dezembro de 2008 e a Junta de Freguesia ainda não tem o Orçamento e Plano de Actividade de 2007 e 2008 aprovados.
Neste contexto, não resta outra alternativa à CDU que não renunciar às responsabilidades que mantém no Executivo da autarquia.

    Junta da Freguesia de Massarelos:CDU renuncia ao Executivo devido à instabilidade criada pelo PSD/CDS e PS

    Há mais de 18 meses que a Assembleia de Freguesia praticamente não funciona. O funcionamento (ou falta dele) do principal órgão político da freguesia transformou-se numa autêntica “telenovela” com prejuízos para o debate e resolução dos problemas reais. Por um lado, estamos em Dezembro de 2008 e a Junta de Freguesia ainda não tem o Orçamento e Plano de Actividade de 2007 e 2008 aprovados. Neste contexto, não resta outra alternativa à CDU que não renunciar às responsabilidades que mantém no Executivo da autarquia.

    Continuar a Ler...