Sessão da Assembleia Municipal do Porto sobre Processo Selminho

CDU questiona se a empresa dos irmãos Moreira foi tratada como seria a empresa dos irmãos Silva Na sessão extraordinária da Assembleia Municipal do Porto para discussão do Processo Selminho, […]

CDU questiona se a empresa dos irmãos Moreira foi tratada como seria a empresa dos irmãos Silva


Na sessão extraordinária da Assembleia Municipal do Porto para discussão do Processo Selminho, a CDU, pela voz de Honório Novo, alertou para os diversos elementos mal explicados em todo este caso. A CDU afirmou que podem existir indícios de beneficio da empresa Selminho, cuja propriedade pertence a Rui Moreira e à sua família. O eleito da CDU realçou o trabalho de exigência de esclarecimentos e de pesquisa feito pela sua força política desde julho de 2016, assim como a apresentação em Dezembro passado de uma participação ao Ministério Público, que se encontra neste momento em segredo de justiça.

Honório Novo questionou “Se a empresa Selminho fosse detida por outras pessoas, pelo Sr. José Silva e seus sete irmãos, ilustres desconhecidos, seria que as decisões teriam sido as mesmas?”.

A CDU apresentou uma proposta de recomendação, cujos pontos foram todos rejeitados. Foi com o voto de qualidade do Presidente da Assembleia Municipal que o último ponto da proposta da CDU, com a redacção “Doravante todas as decisões e informação relevantes do Processo Selminho passem obrigatoriamente a ser analisadas em sede do executivo Municipal”, acabou também reprovado. Cabe perguntar: mas quem não deve não teme?

Em anexo: Intervenção de Honório Novo Int_CDU_AM290517_Selminho_HN

Proposta de Recomendação da CDU PRCDU_SELMINHO_AM_28052017

Share

Sobre PCP Cidade Porto