Encerramento do Centro Social Paroquial de Miragaia é mais um passo para a desertificação do centro histórico

É do conhecimento público que foi decidido por uma Comissão Administrativa o encerramento do Centro Social Paroquial de Miragaia. Trata-se de uma importante instituição social, localizada numa zona particularmente carenciada […]

É do conhecimento público que foi decidido por uma Comissão Administrativa o encerramento do Centro Social Paroquial de Miragaia. Trata-se de uma importante instituição social, localizada numa zona particularmente carenciada da cidade, com intervenção em diversos domínios como creche, pré-escolar, ocupação de tempos livres, centro de dia, apoio domiciliário, entre outros. Nesta instituição trabalham cerca de 25 trabalhadores que prestam serviço a cerca de 200 utentes, incluindo crianças e idosos.

No sentido de conhecer melhor a situação, uma delegação da CDU, com a participação de Ilda Figueiredo, candidata à presidência da Câmara do Porto, encontrou-se com profissionais e utentes.

Na opinião da CDU, a Câmara do Porto não se pode alhear de procurar intervir no sentido de salvaguardar as valências desta instituição, considerando a importância das mesmas para as populações do centro histórico. Na atual conjuntura marcada pela expulsão de moradores em resultado da especulação imobiliária e tendo em conta as carências sociais das pessoas que continuam a viver nesta zona, é da maior relevância procurar preservar instituições como o Centro Social de Miragaia.

Entretanto, o Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República dará entrada com uma pergunta escrita ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

A CDU expressa a sua solidariedade com utentes e trabalhadores afectados com esta gravosa decisão e afirma o seu compromisso de intervir com os meios ao seu dispor para a salvaguarda das valências sociais e postos de trabalho.

Porto, 1 de Junho de 2017

A CDU – Coligação Democrática Unitária / Cidade do Porto

Actualização: Na sequência das denúncias apresentadas pelos trabalhadores do CSP de Miragaia, os deputados do PCP apresentaram um requerimento ao Ministro do Trabalho e da Segurança Social para que sejam prestados os devidos esclarecimentos sobre este assunto. Ler o texto do requerimento aqui: Req_4424_XIII

Print Friendly, PDF & Email
Share

Sobre PCP Cidade Porto