Oficinas Técnicas Municipais em risco de encerramento

 

Como o PCP há muito tem vindo a denunciar, a gestão de Rui Rio neste mandato tem sido orientada para a externalização, concessão, ou privatização de serviços e equipamentos municipais, com reais prejuízos para a câmara, para os munícipes e para os próprios trabalhadores.

Tal política tem levado ao sucessivo esvaziamento das oficinas, o que entre outras consequências tem conduzido a uma redução acentuada do número de trabalhadores que lhe estão afectos.

De facto, foi a aquisição, em 2007, da frota de ligeiros em sistema de renting em que a manutenção deixou de ser feita nas oficinas, foi a transferência, em 2008, de equipamentos para as empresas privadas que passaram assegurar parte da limpeza da cidade, em que os respectivos serviços de assistência e manutenção deixaram de ser feitos nas oficinas, é agora a decisão de alugar a frota de veículos pesados, num sistema que, igualmente, exclui a assistência e manutenção pelas oficinas municipais.

A substituição da actual frota de pesados, há muito reivindicada pelos trabalhadores e pelo PCP, tendo em conta o estado de degradação e insegurança a que chegou, deveria assegurar que a respectiva manutenção continuasse a ser feita pelas Oficinas, cujos Trabalhadores sempre deram provas da sua competência e capacidade e ser fundamentada por pareceres técnicos e económicos que justificassem as vantagens por esta opção – o que, mais uma vez, não aconteceu!….

Com mais esta decisão Rui Rio e a Coligação PSD/CDS, com o vergonhoso apoio do PS, procuram dar a machadada final nas Oficinas Mecânicas, passando os seus Trabalhadores para o Quadro dos Disponíveis e permitindo alienar os terrenos onde agora se encontram instaladas.

Por isso o PCP denuncia as verdadeiras consequências de mais esta decisão, que levaram o seu vereador, Engº Rui Sá, a votar contra tal proposta, certo de estar a defender os interesses dos trabalhadores, da Câmara e do Município do Porto.

O PCP exorta os trabalhadores municipais e, em especial os das Oficinas Mecânicas, a estarem atentos a estas manobras da maioria PSD/CDS e a manterem-se unidos em defesa dos seus Direitos.

Porto, 29 de Junho de 2009

A DOCP do PCP

 

 

Print Friendly, PDF & Email
Share

Sobre PCP Cidade Porto