Arquivo de Agosto, 2009

  • O que está em causa não é, apenas, o escândalo de dinheiros públicos pagarem subsídios a “pilotos” milionários para poderem exibir os carros que compraram a peso de ouro (e cuja fonte de receita deviam ser os apoios publicitários que ostentam e não os dinheiros públicos). O que está em causa é, também, a opção, política, na forma de utilização desses dinheiros públicos, que considera mais importante esse subsídio do que o apoio a iniciativas e instituições com a importância (estruturante) daquelas que acima referi. E essa opção decorre, naturalmente, de diferentes concepções sobre a Cidade e o papel do Município. [Ler+...]

    Opções – Artigo de opinião de Rui Sá

    O que está em causa não é, apenas, o escândalo de dinheiros públicos pagarem subsídios a “pilotos” milionários para poderem exibir os carros que compraram a peso de ouro (e cuja fonte de receita deviam ser os apoios publicitários que ostentam e não os dinheiros públicos). O que está em causa é, também, a opção, política, na forma de utilização desses dinheiros públicos, que considera mais importante esse subsídio do que o apoio a iniciativas e instituições com a importância (estruturante) daquelas que acima referi. E essa opção decorre, naturalmente, de diferentes concepções sobre a Cidade e o papel do Município. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • A pedido de moradores, o Eng.º Rui Sá, acompanhado dos Deputados Municipais José Luís Borges Coelho e Artur Ribeiro, bem como de outros eleitos da CDU na Assembleia de Freguesia de Campanhã, visitou hoje a zona da Bonjóia para constatar o problema relacionado com a falta de transportes públicos na zona.
De facto, esta zona, apesar d ser habitada por centenas de pessoas, não é servida pela rede de transportes públicos da STCP, cujas carreiras se situam a centenas de metros (estação de Campanhã, Rua de Azevedo ou Corujeira, ainda por cima separadas por arruamentos sem passeios e mal pavimentados, inseguros e/ou com grandes declives (como acontece no acesso à Corujeira).
A única alternativa é assegurada por uma empresa privada de transportes (a VALPI), que na sua linha de ligação de Valongo ao Campo 24 de Agosto, passa pela Rua da Bonjóia. [Ler+...]

    Bonjóia sem transportes públicos

    A pedido de moradores, o Eng.º Rui Sá, acompanhado dos Deputados Municipais José Luís Borges Coelho e Artur Ribeiro, bem como de outros eleitos da CDU na Assembleia de Freguesia de Campanhã, visitou hoje a zona da Bonjóia para constatar o problema relacionado com a falta de transportes públicos na zona. De facto, esta zona, apesar d ser habitada por centenas de pessoas, não é servida pela rede de transportes públicos da STCP, cujas carreiras se situam a centenas de metros (estação de Campanhã, Rua de Azevedo ou Corujeira, ainda por cima separadas por arruamentos sem passeios e mal pavimentados, inseguros e/ou com grandes declives (como acontece no acesso à Corujeira). A única alternativa é assegurada por uma empresa privada de transportes (a VALPI), que na sua linha de ligação de Valongo ao Campo 24 de Agosto, passa pela Rua da Bonjóia. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • A CDU não pode deixar de registar que a presença da Dr.ª Elisa Ferreira ao lado do Senhor Ministro da Cultura pode ser lida como uma manifestação de solidariedade com uma política que tanto tem discriminado o Porto, como o provam os cortes para a Ópera, a discriminação das companhias teatrais do Norte e da Cidade nos concursos de apoio teatral, a indefinição em torno do pólo da Cinemateca no Porto, a diminuição do estatuto de Direcção-Geral para Direcção de Serviços do Centro Português de Fotografia, etc.

    Governo interfere nas eleições autárquicas do município do Porto

    A CDU não pode deixar de registar que a presença da Dr.ª Elisa Ferreira ao lado do Senhor Ministro da Cultura pode ser lida como uma manifestação de solidariedade com uma política que tanto tem discriminado o Porto, como o provam os cortes para a Ópera, a discriminação das companhias teatrais do Norte e da Cidade nos concursos de apoio teatral, a indefinição em torno do pólo da Cinemateca no Porto, a diminuição do estatuto de Direcção-Geral para Direcção de Serviços do Centro Português de Fotografia, etc.

    Continuar a Ler...

  •   Requerimento do Vereador da CDU, dirigido ao Presidente da Câmara Municipal do Porto, com um pedido de informação sobre as verbas pagas a pilotos no Circuito da Boavista.   […]

    Pedido de informação sobre o Circuito da Boavista

      Requerimento do Vereador da CDU, dirigido ao Presidente da Câmara Municipal do Porto, com um pedido de informação sobre as verbas pagas a pilotos no Circuito da Boavista.   […]

    Continuar a Ler...

  •   equerimento enviado pelo Vereador da CDU Rui Sá ao Presidente da Câmara Municipal do Porto com pedido de informação sobre a utilização da Casa do Roseiral.     Exº Senhor […]

    Pedido de Informação sobre a Casa do Roseiral

      equerimento enviado pelo Vereador da CDU Rui Sá ao Presidente da Câmara Municipal do Porto com pedido de informação sobre a utilização da Casa do Roseiral.     Exº Senhor […]

    Continuar a Ler...

  • AO CONTRÁRIO DO QUE RUI RIO PROMETEU, O MUSEU DA INDÚSTRIA VIU INTERROMPIDA A SUA ACTIVIDADE E ESTÁ ENCERRADO HÁ TRÊS ANOS!
o Museu da Indústria está encerrado desde 2006, há mais de 3 anos! Este facto vem dar, infelizmente, razão à CDU, quando dizia que o negócio de Rui Rio com o grupo Pestana não acautelava o futuro do Museu da Indústria e que se corria o risco de, à semelhança de outros Museus do Porto (caso do Museu de Etnografia) se assistir ao encerramento “provisório-definitivo” de um Museu que procura preservar uma das imagens mais vincadas do Porto – a de “Cidade da Indústria” e de “Cidade do Trabalho”. [Ler+...]

    Rui Rio falta à palavra: Museu da Indústria continua encerrado

    AO CONTRÁRIO DO QUE RUI RIO PROMETEU, O MUSEU DA INDÚSTRIA VIU INTERROMPIDA A SUA ACTIVIDADE E ESTÁ ENCERRADO HÁ TRÊS ANOS! o Museu da Indústria está encerrado desde 2006, há mais de 3 anos! Este facto vem dar, infelizmente, razão à CDU, quando dizia que o negócio de Rui Rio com o grupo Pestana não acautelava o futuro do Museu da Indústria e que se corria o risco de, à semelhança de outros Museus do Porto (caso do Museu de Etnografia) se assistir ao encerramento “provisório-definitivo” de um Museu que procura preservar uma das imagens mais vincadas do Porto – a de “Cidade da Indústria” e de “Cidade do Trabalho”. [Ler+...]

    Continuar a Ler...