Arquivo de Junho, 2009

  • Nos últimos tempos, e procurando dar argumentos ao Presidente da República para agendar para o mesmo dia os próximos actos eleitorais autárquico e legislativo, a Presidente do PSD tem-se multiplicado em afirmações públicas defendendo as vantagens dessa solução.
Baseada no princípio demagógico da “diminuição” dos custos e do “combate” à abstenção, esta posição do PSD mais não visa do que, numa manobra tacticista, retirar benefícios eleitorais da concentração dos dois actos que, naturalmente, iriam prejudicar, em especial, o debate autárquico.
De facto, a concentração numa única data destes dois actos eleitorais iria impedir uma discussão aprofundada dos diversos projectos para os diferentes Municípios e freguesias, que seriam “abafados” pelo debate dos projectos nacionais.
Mas a prova evidente do tacticismo da Direcção do PSD é o facto de, ainda recentemente (18 de Outubro de 2008), o dr. Rui Rio, 1º Vice-Presidente do PSD, ter defendido publicamente, no colóquio internacional O Sistema de Governo das Autarquias Locais, promovido pela Universidade Atlântico em Porto Salvo que: “que se deveria acabar com as eleições autárquicas todas no mesmo dia, porque, sendo dispersas, nunca têm uma leitura nacional”. [Ler+...]

    Dois pesos e duas medidas: Rui Rio e a simultaneidade das eleições autárquicas e legislativas

    Nos últimos tempos, e procurando dar argumentos ao Presidente da República para agendar para o mesmo dia os próximos actos eleitorais autárquico e legislativo, a Presidente do PSD tem-se multiplicado em afirmações públicas defendendo as vantagens dessa solução. Baseada no princípio demagógico da “diminuição” dos custos e do “combate” à abstenção, esta posição do PSD mais não visa do que, numa manobra tacticista, retirar benefícios eleitorais da concentração dos dois actos que, naturalmente, iriam prejudicar, em especial, o debate autárquico. De facto, a concentração numa única data destes dois actos eleitorais iria impedir uma discussão aprofundada dos diversos projectos para os diferentes Municípios e freguesias, que seriam “abafados” pelo debate dos projectos nacionais. Mas a prova evidente do tacticismo da Direcção do PSD é o facto de, ainda recentemente (18 de Outubro de 2008), o dr. Rui Rio, 1º Vice-Presidente do PSD, ter defendido publicamente, no colóquio internacional O Sistema de Governo das Autarquias Locais, promovido pela Universidade Atlântico em Porto Salvo que: “que se deveria acabar com as eleições autárquicas todas no mesmo dia, porque, sendo dispersas, nunca têm uma leitura nacional”. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • O candidato da CDU à presidência da Câmara do Porto, Rui Sá, aposta no cooperativismo como forma de combater o êxodo de população do centro da cidade.

    CDU propõe habitação cooperativa para combater a desertificação do Porto

    O candidato da CDU à presidência da Câmara do Porto, Rui Sá, aposta no cooperativismo como forma de combater o êxodo de população do centro da cidade. "Nós temos que alargar o movimento cooperativo", apelou, anteontem à noite, na primeira sessão de um ciclo de debates organizado pela Fundação Spes. O ciclo contará, nas próximas semanas, com a participação dos outros candidatos à presidência da câmara e apresenta a particularidade de as perguntas serem feitas por representantes das juventudes partidárias sobre temas como Educação, Acção Social e Cultura. Rui Sá, que se recandidata pela terceira vez, baseia-se num exemplo para propor mais cooperativismo. "Entre 1981 e 1991, a única freguesia do Porto que cresceu em população foi Aldoar, por causa do movimento cooperativo. Porquê? Porque as habitações são mais baratas e as pessoas saem por causa de casas mais económicas." Rui Sá considera ainda que se deve construir habitação social nova, ao contrário do actual executivo PSD/CDS, que prefere remodelar. "Eu acho que temos de construir mais bairros sociais e diferentes dos que temos. Mas, ao mesmo tempo, a câmara não deve ser proprietária de mais habitação e deve vender habitação social", explicou. Quanto à reabilitação, considera que esta deve abranger o exterior e o interior das casas e que deve ser acompanhada de trabalho social junto das famílias. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • O Eng.º Rui Sá, candidato à Presidência da Câmara Municipal do Porto (CMP) nas eleições que se realizarão este ano, esteve reunido com a Associação dos Amigos do Boavista FC, no final da tarde do dia 29 de Maio de 2009.
O encontro, que se insere numa iniciativa de contacto da Associação com todos os cabeças de lista para as próximas eleições autarquicas para a CMP que aceitem o desafio, foi extremamente frutuoso tendo no mesmo havido oportunidade para debater com profundidade o momento angustiante que o Boavista Futebol Clube vive.
Rui Sá, bem como os restantes três elementos da comitiva da CDU que esteve reunida com a Associação, tiveram oportunidade de ouvir da Direcção da Associação uma alongada explicação sobre os seus objectivos bem como sobre o momento actual do Clube que tanto nos interessa preservar. O candidato mostrou-se atento às preocupações da Associação bem como extremamente sensível à ideia genérica de que a CMP não pode continuar a ver morrer instituições centenárias da Cidade sem nada fazer. [Ler+...]

    CDU reúne com Associação dos Amigos do Boavista

    O Eng.º Rui Sá, candidato à Presidência da Câmara Municipal do Porto (CMP) nas eleições que se realizarão este ano, esteve reunido com a Associação dos Amigos do Boavista FC, no final da tarde do dia 29 de Maio de 2009. O encontro, que se insere numa iniciativa de contacto da Associação com todos os cabeças de lista para as próximas eleições autarquicas para a CMP que aceitem o desafio, foi extremamente frutuoso tendo no mesmo havido oportunidade para debater com profundidade o momento angustiante que o Boavista Futebol Clube vive. Rui Sá, bem como os restantes três elementos da comitiva da CDU que esteve reunida com a Associação, tiveram oportunidade de ouvir da Direcção da Associação uma alongada explicação sobre os seus objectivos bem como sobre o momento actual do Clube que tanto nos interessa preservar. O candidato mostrou-se atento às preocupações da Associação bem como extremamente sensível à ideia genérica de que a CMP não pode continuar a ver morrer instituições centenárias da Cidade sem nada fazer. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • No passado dia 30 de Maio, no auditório da Casa do Infante, realizou-se a apresentação pública das candidaturas da CDU à presidência das 15 freguesias da cidade do Porto. Nesta sessão intervieram, em representação das candidaturas às Juntas de Freguesia o deputado municipal e candidato à JF de Campanhã Artur Ribeiro e  Odília Pereira, candidata à JF da Sé. Encerrou a sessão o candidato à Câmara Municipal do Porto e actual Vereador eleito pela CDU Rui Sá. [Ler+...]

    Candidaturas da CDU às Freguesias do Porto

    No passado dia 30 de Maio, no auditório da Casa do Infante, realizou-se a apresentação pública das candidaturas da CDU à presidência das 15 freguesias da cidade do Porto. Nesta sessão intervieram, em representação das candidaturas às Juntas de Freguesia o deputado municipal e candidato à JF de Campanhã Artur Ribeiro e Odília Pereira, candidata à JF da Sé. Encerrou a sessão o candidato à Câmara Municipal do Porto e actual Vereador eleito pela CDU Rui Sá. [Ler+...]

    Continuar a Ler...

  • No passado dia 26 de Maio, a Câmara Municipal do Porto procedeu à retirada de pendões da CDU – Coligação Democrática Unitária colocados na Avenida dos Aliados.
Perante este acto de prepotência e violador dos direitos consagrados das candidaturas concorrentes às eleicoes para o Parlamento Europeu, a CDU apresentou queixa à Comissao Nacional de Eleicoes (CNE).
Perante a exposição da CDU, a CNE notificou “o Senhor Presidente da Câmara Municipal do Porto para, no prazo de 24horas, repôr a propaganda da CDU removida, …, não o fazendo incorre na prática do crime de desobediência previsto e punido pelo artigo 348º do Código Penal”. [Ler+...]

    CNE intima Rui Rio “para no prazo de 24h repor propaganda da CDU removida”

    No passado dia 26 de Maio, a Câmara Municipal do Porto procedeu à retirada de pendões da CDU – Coligação Democrática Unitária colocados na Avenida dos Aliados. Perante este acto de prepotência e violador dos direitos consagrados das candidaturas concorrentes às eleicoes para o Parlamento Europeu, a CDU apresentou queixa à Comissao Nacional de Eleicoes (CNE). Perante a exposição da CDU, a CNE notificou “o Senhor Presidente da Câmara Municipal do Porto para, no prazo de 24horas, repôr a propaganda da CDU removida, …, não o fazendo incorre na prática do crime de desobediência previsto e punido pelo artigo 348º do Código Penal”. [Ler+...]

    Continuar a Ler...